quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Por que escrever?

Bom, vou postar um texto que eu postei no meu blog há um tempo atrás, eu gosto dele. Fala sobre o porque de escrever.

"Eu escrevo porque são nos textos que eu libero tudo que eu sinto, nas palavras encontro o modo de botar tudo pra fora, o jeito de mostrar o meu modo de ver o mundo. Nunca encontrei ninguém que pensasse como eu, então escrevendo consigo compartilhar com as linhas minhas opiniões e pensamentos. Enquanto escrevo parece que só existe eu e as palavras no mundo, e elas me entendem, conseguem transmitir perfeitamente minhas ideias gerais, o que eu penso sobre cada assunto. Escrever pra mim é como uma terapia, onde eu descarrego tudo, indireta ou diretamente. Metaforicamente quando é pesado demais, ou até com palavras frágeis que querem dizer coisas fortes demais. Posso escrever com palavras pesadas demais para coisas doces, fazendo a minha pequena tempestade em copo d'água. Consegue ver? Escrevendo conseguimos inventar, modificar, ou até mentir! Mentir não seria a palavra certa, seria.. Criar! Fazer do que é difícil aguentar uma coisa tão bonita em palavras que você acaba se sentindo melhor. Podemos criar universos, histórias e personagens só nossos, dos quais ninguém pode tirar de nós. São nossas criações, nosso modo de enxergar a sociedade e o mundo, seus sentimentos escondidos ou mostrados por meios de textos, frases, linhas com um milhão de significados que dependem do leitor. Fico me perguntando como seria um mundo sem palavras, como conseguiriam as pessoas viver sem a coisa mais bonita do mundo, aquela coisa com incontáveis significados variáveis. Incrível esse mundo dos textos, palavras, frases em que uma única vírgula pode mudar todo o sentido. Incrível esse mundo no qual você decide o que é realidade para você. Esse mundo que pode revelar ou esconder uma pessoa. Incrível mundo da escrita."

Beijos, Jô.

1 comentários:

Erica Ferro disse...

Incrível mesmo, Jô.
Seu texto ficou ótimo.
Escrever também é viver.

Beijo!