sábado, 31 de outubro de 2009

Verdade, p’ronde foste?

Bom, não tô achando legal os sabados ficarem vagos, mas a Ana Filipa não pode comparecer, por motivos que só correspondem a ela, por isso, eu Chris vim aqui pra deixar um texto dela.
__________________________________
Há tantas pessoas neste mundo a sofrer...
Porque é que algumas fingem que sofrem? Só para receber atenção, para preencherem um pouco o seu ego sentindo-se o centro, para serem mimados por uns míseros minutos, fingindo que dor é o que têm no coração enquanto é de necessidade que se fala. Uma necessidade tão fútil, tão de criança...


Para onde terá ido a verdade e a sinceridade nas pessoas? Porque escolhem esconder isso fazendo esses sentimentos parecerem “missões impossíveis”?

São sentimentos tão bonitos,não há que ter vergonha de os mostrar…

E vocês?Guardam esses sentimentos em caixas trancadas a sete chaves ou orgulham-se dos ter??

3 comentários:

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Há qm finja q sofre, finja q ame...

A sinceridade é mt rara, por isso ainda mais preciosa.

Gostei mt do texto :D

Lunna disse...

Acho que o fato de pessoas esconderem seus sentimentos seja uma forma de se proteger... Sabe, uma forma de não sofrer mais...

gostei muito do texto,
;*

Erica Ferro disse...

Ah, Chris, eu adoro a Ana.
Pensei em postar por ela, mas como você é a 'dona', por assim dizer, do Só entre blogueiras, não me atrevi a fazer isso.

Todos os textos e poemas da Ana são lindos e me tocam profundamente.
Acredito que a ausência dela se deva a falta de internet.
Ela teve vários problemas com a internet, ficou sem e acho que está sem até agora.

Sinto saudade dela.

Beijo.